Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
Construção de casa

 Olá pessoal, 

A minha nova paranoia...e que me deixa a enlouquecer, é que andamos a ver materiais de construção para fazer uma casota.... sim....o nosso mesmo nosso espaço indepentente.

Em que já podemos convidar as pessoas que quisermos, sem ter os sogros na mesma casa a discutirem, ou a ouvir os vizinhos a discutirem ou a darem uma queca.... para isso ouço a rádionovela :D

Novas aventuras aproximam-se e das duas uma, ou blogo sobre a casa para construir , ou sobre a vontadede me saltar a tampa quando os meu jovem mais velho gasta o meu nome "pai" até à exaustão. :P Bom....acho que vou falando sobre as várias cenas mesmo.

O meu psiquiatra se vir isto depois despede-me.... já não vale ir às consultass falar com eles sobre assuntos que depois falo aqui :D (tou a brincar.... o psiquiatra não me despede, pois não existe).

A ver se tenho tempo de blogar mais vezes :D

Um abraço :D

L

publicado por Aires às 14:50
link do post | manda a posta de pescada | favorito
4 comentários:
De Moirinha a 15 de Abril de 2009 às 18:10
So te estou avisando!!! Prepara-te por que la vem chuva, deixas de ouvir os vizinhos, passas a ouvir os problemas das fulana silcrana e beltrana que construiram a casa e dos seu problemas ditos pela boca dos teus sogros...vais ver que para isso são melhores que o noticiario das 20 do jornal nacional!
De Aires a 15 de Abril de 2009 às 20:25
Alô Moirinha,
Dou-te razão que os comentários dos sogros, sobre testemunhos ouvidos de terceiros, são fantásticos.
Parece realmente os relatórios dum Jornal Nacional, narrado pela nossa Manuela Moura Guedes.
Tivemos esse problema em que narrei aqui (http://casotadasogra.blogs.sapo.pt/19629.html), opiniões negativas e dadas por pessoas que por vezes nem sabemos quem são, mas são primos do conhecido dum amigo do irmão do empregado da limpeza lá do nosso escritório que vemos uma vez por semana. O que quer dizer que são muito credíveis.
Mas antes isso, do que ou estar a viver em casa dos sogros, ou estar numa casa alugada que já está um bocado velhota. :D
De Moirinha a 16 de Abril de 2009 às 12:46
Alô Aires!
Realmente dou-te razão sempre é melhor teres uma casota tua para viveres em paz com a esposa e olha depois de construida sempre podes fazer de conta que não estas se te baterem a porta - aconselho-te a ver uma serie televisiva que la em casa vemos sempre - "Every body loves Raimond" - mostra isto muito bem... um casal com filhotes, em que os sogros moram mesmo em frente, na casa do outro lado da rua! Enfim! Eu por minha parte ainda moro em casota alugada, no qual tambem ouço os vizinhos -a irem a casa de banho fazer a suas necessidades e higiene quotidiaria, sei o que a vizinha cozinha para o jantar pois o cheiro da refeição entra pela minha casa adentro e confunde-se sempre com o cheirinho dos meus ricos jantares, depois a vizinha tem um cão no quintal que ladra dia e noite, noite e dia, o estupor do animal começa a moernos a cabeça as 6 da manha seja semana ou fds de semana - ou seja não tem descanso semanal no seu trabalho de cão. A filha da vizinha ouve sempre a mesma musica (deve de estar apaixonada) à mesma hora - nem um minuto menos nem um mais, todos os dias, e ouço as explicações de matematica da vizinha ao filho (garanto-te que à estalada de meia noite quando o puto erra na equação!) alias outro dia ate medo tivemos de falar durante a aula da vizinha ao filho, não fosse o puto apanhar mais umas lambadas a conta dos disparates que diziamos em casa! Agora uma coisa tenho a certeza se a televisão se te avariar, sempre podes convidar os teus sogros - terás programa de "conversa mole para boi dormir" o serão inteirinho, pelo menos se a tua sogra for como a minha - fala pelos cotovelos e tem tendencia a aumentar o volume do timbre de voz muito facilmente.
De Aires a 17 de Abril de 2009 às 00:00
Digamos que se ouvirmos a minha sogra e tentarmos levantar o astral dela, o mais possivel de acontecer é que passado 15 a 20 minutos de diálogo com ela, não só desistimos de lhe tentar levantar o astral, com oainda damos um tiro nos cornos só para não a estar a ouvir falar negativamente das coisas :D
É muito depressiva. Quando falo com ela, só penso em linhas de comboio. Felizmente moro longe do comboio, tenho que sair de casa e rebolar-me (não sou gordo, nem forte) rua abaixo até chegar à linha. 300 mts. Falar com ela muito tempo, talvez me faça querer ir a correr para lá :D

Comentar post

mais sobre mim
pesquisar nesta casota
 
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
posts recentes

Andar no planeta Marte......

Loucura ou demência em ép...

Engano de verão

Leite diluido ou misturad...

Razões para troca de miúd...

Abrir precedentes

News

Monstros na sopa

Aniversário

Visita de Domingo

arquivos

Fevereiro 2015

Novembro 2011

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds