Quarta-feira, 30 de Abril de 2008
FIM DE SEMANA GRANDE

É merecido, depois de ter feito 5000 kms com o 4 rodas num mês, o qual começa a reclamar num dos pistons.

Ainda vai fazer mais uns 1000 kms este fim de semana. Sou um amigalhaço do meu carro.

Bom... vou ver se dou um mergulho na banheira, pois é fim de semana grande para mim, mas não para o 4 rodas.

Se ele quiser reclamar, que faça de acordo com o regime "Simplex". ;)

publicado por Aires às 17:50
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Operadores de Telecomunicações
Já tive da Clix, Novis, PT, Vodafone, Optimus, Tmn e agora, novamente Tmn…até já.
Não sei porque raio me respondem sempre até já…parece que vou falar com eles a seguir.
“Olhe vou desligar, boa noite” – “Sim senhor, até já”. Desliga-se e ficamos sempre com a sensação de que os sacanas nos vão ligar de seguida ou tocar à porta. Já o serviço da Yorn/Vodafone é ainda mais incómodo para mim. Ligamos para eles e aparece possivelmente alguém que devia ter sido arrumador de carros ou surfista antes de estar no call center e atende com uma frase do género “Olá…tás bem?”... grandes confianças para quem nunca vimos na vida. Só falta dizer “Que onda te trouxe até aqui, mano?” ou “Queres que te oriente algo?” ou ainda “Ké passa!!!”
É marado o que as operadoras tentam fazer para nos agarrar e a Optimus, apesar de já estar enjoado com o seu laranja, ainda consegue ter um atendimento dentro dos limites do profissionalismo, se bem que em termos de resolução de soluções, ficam todas dentro do mesmo saco. O que temos que aguentar para ter net em casa ;)
publicado por Aires às 17:03
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Opinioes sobre Infantarios
 

Chegou aquela época em que precisamos de pôr o jovem reguila no infantário... pensámos que podiamos poupar guito se o mantivessemos com os avós, mas entre poupar o dinheiro e provocar demência mental nos sogros, resolvemos aventurar-nos na busca do infantário adequado.

Ora depois de 30.400 “visitas de estudo” a infantários por parte da MC, resolvemos optar por um que não era caro nem barato, mas que com algum esforço da nossa parte, se pode adequar aos nossos ordenados. A patroa do estabelecimento parece simpática e vem dum pais nórdico e organizado, nada parecido com o nosso querido Portugal, mas que nos deixa tranquilos na escolha.

Optamos por comunicar a nossa opção do infantário à sogra, que por sua vez, quando sai para passear... ou seja, quando o Papa vem a Portugal, geralmente encontra uma vizinha e põe os mexericos todos em dia. Ora á duas noites atrás o Papa deve ter vindo ao nosso país, pois ela saiu para passear a noite, para arejar do calor que se tem sentido em força. O nosso jovem rebento resolveu acordar às 4 da manhã, e aqui o casal jovem foi ver o que se passava ainda com palitos nos olhos para manter as palpebras abertas e eis que aparece a minha sogra e se vira com uma autêntica chicotada psicológica, tudo menos algo adequado para aquela hora – Sabes MC, a Dª O. disse que o infantário que vocês escolheram é terrivel e muito mal afamado, ela foi condutora noutro infantário e lá é que é bom” – a MC, que estava calma pensa e com razão... “Meu Deus, algo me escapou naquele infantário e pode ser prejudicial ao nosso filhote.... e fiz eu 30.400 visitas a ver como eram” acabou-se o sono para a minha companheira que começou a tentar remoer novas soluções e a ver o que tinha escapado, a sogra que disse aquilo com uma voz suave de quem quer ajudar...ÀS 4 DA MATINA, nem nos pretendia tirar o sono, “ Quem disse à Dª O. foi o tio, do sobrinho, do amigo, do papagaio, que mora lá ao pé que ouviu o comentário sobre o infantário.... só queria ajudar-te e aconselhar-te.... adeus e boa noite”, a MC retorquiu de forma violenta que aquilo nao eram horas para lhe fazer uma observação tão preocupante, mas que iria tirar a limpo a informação.

No fim da tarde do dia seguinte, foram visitar a Dª O. e o famoso infantário que ela tinha tanto falado, acabando por cair por terra toda a teoria da minha sogra que se descartou logo dizendo que a culpa era da sua vizinha. Resumindo, se estivesse calada fazia melhor.

publicado por Aires às 14:24
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Espancamentos à TV da cozinha!

A tv da cozinha tem uma teimosia, por vezes não gosta de trabalhar e então tem certos toques de sado masoquismo. Gosta de levar porrada. A outra tv que os meus sogros tinham na sala, resolveu imolar-se a meio da noite, por isso tive que ser eu a expulsa-la. Ora esta para funcionar, por vezes recusa-se a ligar e entao tem que levar umas pancadas (por vezes acho que leva marretadas em vez de pancadas). Ontem deo-lhe um amock às 22.30. Podiam dar-lhe porrada hoje durante o dia, mas o subconsciente da minha sogradiz-lhe que tem que ver se ela funciona mesmo ou não e que alguém tem que fazer aquele trabalho, mesmo com o seu neto a tentar adormecer no quarto ao lado. A mulher teve perto de 20 minutos a espancar a pobre tv, até que ela se ligou. No entanto foi-lhe pedido com todo o respeito que só apelasse à violência à tv, hoje durante o dia, pois podia ontem ver televisão no quarto na outra tv. Depois diz que respeita os outros.... mas esquece-se que é a primeira a desrespeitar as regras... vá lá perceber-se a senhora.

Terça-feira, 29 de Abril de 2008
A maneira da sogra
 A minha sogra faz-nos um favor fantástico ao ficar com o neto todo o dia e das raras vezes que conseguimos dar-lhe oportunidade para ir passear ou ir passar uns dias de ferias, levamos com uma pedrada na cabeça. A senhora anda exausta, o que é perfeitamente normal, pois tem os afazeres dela rigorosamente calendarizados, imaginemos um panorama do género de que cada vez que temos algo para agendar ao longo do dia pomos na agenda para se ir fazendo organizadamente, pois o panorama no cérebro dela trabalha com um método revolucionário, cada vez que tem que agendar algo novo ou mesmo rotinas diárias, mete numa misturadora no seu cérebro e depois liga durante 5 minutos, quando os recados para agendamento estiverem retalhados em mil bocadinhos, e quando está pronta a fazer o trabalho. Tudo ao mesmo tempo dum modo organizado, que a meu ver é relolucionário, pois não se percebe onde começa e onde acaba. Resumindo, nem sabemos quando e onde a podemos ajudar, vejamos um hipotéetico e repito.... um hipotético exemplo do que poderia ser uma realidade na minha 5º dimensao. Levanta-se de manhã, lava-se e mete a dentadura de cima, pega no cano do aspirador e vai tirar a roupa da máquina de lavar roupa, saca do aspirador e atende o telefone. Vê que tá a falar “afim” em vez de ser “assim” e vai buscar a parte de baixo da dentadura. O nino acorda e reclama pelo leite, o sogro vai ter com ele para o entreter. A sogra desliga o telefone e vai descascar batatas. Pega na roupa e estende-a. Aquece o leite para o nino e dá-lho a seguir. Vai lavar a cabeça, para ficar apresentável para as vizinhas. Liga o cabo do aspirador à electricidade e deixa-o no meio do caminho. Vai fazer a cama. Pega no pano do pó e começa a limpar o pó na sala. Vai preparar caldo verde. O nino aparece pelo caminho e atropela-a com o seu triciclo numa curva em duas rodas e faz-lhe uma negra. Começa a preparar massa para fazer bolinhos. A esta hora, temos o pano do pó na sala, o aspirador no hall, batatas descascadas, roupa estendida, uma cabeça lavada, duas dentaduras postas e caldo verde semipronto. O que está feito daqui completo é a cabeça lavada e as dentaduras postas, presumivelmente no sitio, pois perceberam o que ela dizia ao telefone e uma pisadela dada pelo triciclo em excesso de velocidade. A seguir pega no aspirador e começa a dar-lhe gás a aspirar o que pode, pois tem os bolos amassados e prontos para ir ao forno. Toca uma vizinha.... um bocadinho de palheta no meio da agenda. O nino quer almoçar e começa a martelar o juizo à minha sogra, ela liga o aspirador, chupa os biscoitos da mesa a pensar que são migalhas, pega no pano do pó e põe no forno, recolhe a roupa e mete na máquina de lavar loiça, pega nas batatas descascadas e corta-as aos bocados, de seguida dá o almoço ao jovem reguila. Nesta altura temos um pano do pó a pensar que é um bolo, um aspirador que almoçou bolos por cozer e tá com dor de barriga e entao funciona mal, a roupa lavada na máquina de lavar loiça e batatas cortadas às fatias. Põe-se água a aquecer para fazer a sopa de caldo verde que já não é no almoço, mas sim no jantar. A seguir ao almoço, saca o pano do forno, meio tostado e pensa que o bolo se queimou. Pede ao marido que veja o aspirador que está com indigestão. Agarra nas batatas e mete no lava loiças, saca da loiça suja e estende na corda da roupa. O jovem quer dormir e começa a ficar birrento, o aspirador nao quer abrir o seu estomâgo e o avô num acesso de força a mais explode com o saco do aspirador. A sogra abre a porta da cozinha e vê o nevoeiro do pó e pensa que vai estar frio na rua. Tira as batatas do lava loiças, seca-as e arruma-as no armario das loiças. A agua a ferver evaporou. Ela foi vestir um agasalho por causa do nevoeiro, pois começa a fazer frio em casa.... assim tambem eu, o sogro abriu a porta para fazer corrente de ar e tirar o pó para a rua, ela saca da roupa da máquina de lavar loiça e diz que ta suja e mete de novo na máquina de lavar loiça. Vai tirar a loiça que está estendida e vê que uma suspeita corrente de ar mandou a loiça do primeiro andar lá para baixo. O puto vai fazer companhia ao avô para dormir. O pano do pó vai para o lixo por estar esturricado demais e o aspirador avariou-se. O caldo verde? Sobreviveu!! Foi o que será feito pela MC ao jantar, organizado pela nossa agenda nao revolucionária. A sogra? Foi descansar.... teve um dia muito agitado.
Subtilezas

A minha sogra quando dialoga com as pessoas sabe ser subtil, está-lhe no sangue a subtileza.

Se estou metido no computador e a MC esta a tomar conta do nosso filhote, oiço uma subtil pergunta da minha sogra.... “ O teu marido gosta de crianças??” Que raio de pergunta para quem so soube educar a filha a base do estalo e de lhe partir os brinquedos, com atitudes infantis de birra para tentar controlar a filha.

Se esta ao telefone com alguém, vê o jovem cheio de adrenalina a pegar à sua frente no triciclo e por em cima da cama, podia deslargar o telefone e dizer “um momento por favor que vou tirar o veiculo do parque de estacionamento do primeiro andar”, mas no entanto, está à mâo de chegar ao jovem traquinas e ao triciclo e opta pela opção mais complicada, chamar o marido, que se não aparece nos próximos 5 segundos, arrisca-se a levar com a colher de pau e ser corrido de casa para ir cavar batatas até ao jantar. no entanto podia pousar a merda do telefone e punha o jovem a andar dali para fora sem o veiculo. Se no entanto chamar o marido, ja pode descarregar em alguém em caso de falha. Quando chama o marido é subtil, o senhor deve ter uma camada de cera nos ouvidos, com a idade da segunda guerra mundial, por isso não é surdo, e só ouve o que lhe interessa. Ela manda dois berros como se estivesse a falar numa palestra sem microfone para 25000 pessoas e esquece-se que o jovem absorve todos os exemplos, inclusive da subtileza dos avós. Ora a noite, o nosso amigo jovem manda uns berros e qual o meu espanto, quando oiço a avó a dizer que possivelmente aprendeu o exemplo vindo do pai dele. Que raiva.... dá vontade de lhe roubar a dentadura e po-la a laxante durante uns dias.

Tem dias em que para deitar o nosso filhote, temos que falar um pouco mais alto sem gritar com ele, para mostrar quem comanda as tropas abaixo os 18 anos e começa-se a ouvir em pano de fundo a sogra a falar sozinha a dizer que nao se deve gritar com as crianças. Nao está a falar comnosco, mas sim para a atmosfera.... lógico que se vamos pedir explicações dum modo simpático levamos com um calhau de calçada no estômago, pois diz que se explicou mal, que nao era para dizer a merda que ja disse. Ora diz ou não diz.... ainda para mais não sabe defender as suas teorias, manda o barro à parede e os outros que engulam os sapos no entanto, nessa altura ja esta a barafustar com a gente por causa de quem deve e não deve educar o jovem. Além disso ela é o exemplo perfeito para todos nós, passa o tempo a picar os outros com bocas de nhaca e depois como estou debaixo do mesmo tecto, tenho que me aguentar a bronca, senão, diz logo algo do género.... “coitada de mim... sou uma incompreendida.... estou sozinha neste mundo... virgem santissima sacramento”.... boff.... que tanga pegada!!!


publicado por Aires às 09:16
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
Visitas
 

Com um pouco de sorte, quando chegar a casa hoje às 21h40min os tios da minha esposa já bazaram. O tio e porreiro, mas a tia dela, é irmã da minha sogra... nota-se que é da mesma familia.... cada vez que telefona lá para casa e sempre perto da meia noite, para estar uma a duas horas, sem exagero ao telefone, o meu sogro nunca atende o telefone, mesmo estando ao lado dele. O mais provável é a minha sogra atende-lo e o som do toque acordar o jovem da casa. A tia da minha mulher é alguém que joga pela calada é tambem tal e qual como a minha sogra, cheia de cerimónias. Quando tive uma empresa, era para pôr a minha mulher a trabalhar e oiço a tia dela a dar-me o toque subtil que como a minha mulher ja estava nos quadros numa empresa, devia dar emprego a alguém conhecido, como a filha dela por exemplo.... GRRRRR.... odeio este tipo de cenas..... ou melhor ainda, ela virar-se para a sobrinha ,minha mulher, e dizer-lhe dum modo subtil, que a beleza ficou do lado da filha dela e o cérebro do lado da minha mulher.... que barbaridade mais estúpida para se dizer a alguém. Acho que subtileza é um dom nesta familia. A minha MC deixa a filha da tia a milhas. Gosta muito de dar graxa e de dizer o que lhe passa na alma, mas se alguém lhe responder calmamente como ela na mesma moeda, levanta o machado de guerra e fica sem falar uns anitos... tenho que experimentar algo desse genero com a senhora. A minha sogra fica irritada, porque 90% das visitas que recebemos é para verem o nosso jovem reguila e entao depois vem-nos chatear irritada até evoluir para discussão do lado dela..... ppffffff....que stress.... alguém quer trocar de posição com a gente? :D

publicado por Aires às 14:27
link do post | manda a posta de pescada | favorito
mais sobre mim
pesquisar nesta casota
 
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
posts recentes

Andar no planeta Marte......

Loucura ou demência em ép...

Engano de verão

Leite diluido ou misturad...

Razões para troca de miúd...

Abrir precedentes

News

Monstros na sopa

Aniversário

Visita de Domingo

arquivos

Fevereiro 2015

Novembro 2011

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds