Busca
Segunda-feira, 31 de Março de 2008
Horários para jantar

Antes de eu começar as aulas, chegava sempre a casa por volta das 21.30m. Horário normal para mim devido ao trabalho que tenho, mas que funcionava como um relógio. Infelizmente quando chegava a essa hora, a minha sogra aproveitava para dizer que a culpa de jantar tarde, era dos meus horários... e gosto eu de comer em paz.

Hoje em dia, tenho aulas e tenho tempos de chegar a casa entre as 23h e as 24 horas... é claro que isto para a minha sogra é mais uma desculpa. Hoje em dia diz que a culpa de jantar tarde... é minha :D Infelizmente não me diz directamente, vai chatear a sua filha com esse assunto. Diz que por minha causa a cozinha nunca está arrumada, pois como chego tarde, apesar de arrumar as coisas tarde e a más horas, tem que se esperar que eu venha, para se desarrumar a cozinha e ficar tudo do avesso. Por isso se alguém precisar de um bode espiatório, é só chamarem-me.

publicado por Aires às 00:21
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Sábado, 15 de Março de 2008
Lavar ou não lavar a loiça...eis a questão!!

Ora aqui está uma grande pergunta. Sinceramente, nem sei porque entro na cozinha para me alimentar. Possivelmente num futuro próximo serei acusado de comer como um porco ou coisa parecida, pois hoje em dia, quando acabo de jantar perto da meia noite, aproveito para lavar a loiça e não deixa provas da minha passagem por lá.

O problema que nuca estou a contar é que a senhora minha sogra está sempre com os azeites e depois de me deitar, vai ver o estado da cozinha, que está a brilhar e só oiço como pano de fundo, que está tudo uma merda...etc...etc.

Lógico que a primeira vontade é pegar numa frigideira e ajeitar-lhe os neurónios correspondentes à zona de observação de cozinhas, a ver se ficam bem calibrados. Esta semana numa altura em que estava virada do avesso com a sua filha e eu não estava presente, aproveitou para me cruxificar, a dizer que não lavo a loiça, mas lambo-a e arrumo-a ainda por secar. Ora estive seriamente a pensar na próxima vez que surgir a opotunidade em que estiver a comer sózinho, de lhe perguntar se que que seja ela a lavar a loiça ou se eu a posso lamber e arrumar, se bem que já estive a ver e é dificil de meter a cabeça dentro de certos tachos mais pequenos para o lamber, além disso vim a descobrir que não tenho saliva suficiente para lamber a loiça toda.

Quinta-feira, 6 de Março de 2008
Férias acabadas

E pronto... os meus sogros regressaram à base. Estou em casa e recebo a noticia, que dentro do carro do meu sogro, viajam 10 quilos de estrume.... ESTRUME!!!!... IAAAACC...10 kilos.... 10 kilogramas... 10.000 gramas... é muita zero  ... A primeira coisa que me veio à cabeça, foi "onde raio irá o homem pôr tanta merda para  guardar e levar posteriormente para o terreno! Se o estrume vier para casa eu saio... ou então se o estrume vier para a casa e for guardado na marquise, existe a possibilidade de eu acordar a meio da noite e pensar "Se tenho a casa cheia de merda nem me dou ao trabalho de ir ao WC, cago já aqui na marquise, é só mais um pouco de merda para o molho, nem se deve notar". Digamos que o stress foi sem fundamento, pois quando o monte de estrume veio, os 10kg neste caso, ficaram a dormir no carro a noite toda. Eu é que não entro lá nem para me darem boleia, deve ser cá um bafo!!!!....

Terça-feira, 4 de Março de 2008
Questionário da NASA

A sogra tá de férias, então sobre a casa não tenho nada a divulgar, mas vou-vos contar sobre a minha loja à uns tempos em que recebi um telefonema daqueles, que nos oferecem montes de tralha inutil:

-Tou sim bom dia?

-Bom diaaaa.... tenho o prazer de estar a falar com?...

"Ora que merda, logo de manhã a chatearem-me o juizo com promoções"- Tá a falar com o "Aires".

-Bom dia senhor Aires, é com muito prazer que lhe ligo, para lhe poder oferecer uma linha de produtos de oferta, para isso só terá que me responder a uma pergunta, pode ser?

-Sim...sim....diga lá... - digo eu com um ar inocente e de ignorância.

-Conhece a Nasa?

-Sim... já ouvi falar.... qual é o prémio?

-Espere...vou fazer agora a pergunta...

-Mas... eu já respondi!

-Sim.... Mas aquela não era a pergunta.

-Ai o caneco.... assim já é muita pergunta para mim... então pergunte lá a SEGUNDA pergunta!!!

-Ora muito bem, Louis Amstrong era de que país: América, Dinamarca, ou Espanha?

-Luiz...Luiz.... já sei.... Luiz é um nome latino, só pode ser Espanha... é isso? Espanha? Só pode ser!!

-Bom....hemmm... bem, não é Espanha, tente de novo.

-Oh... Obrigado pela segunda oportunidade. Você é muito bondoso.... Com um apelido como Amestrongo, só pode ser Europeu... então, é dinamarquês, acho que será isso pela lógico.

Fez-se silêncio no diálogo!

-Meu senhor... pense, a Nasa é americana.

-Omessa.... e pensava eu que era da Europa. Então só pode ser Americana.... é isso???

A seguir parecia um golo ouvido na rádio... -PARABÉNNNNNS... ACABOU DE GANHAR A NOSSA LINHA DE PRODUTOS DE OFERTA!!!

-Oh.... muito obrigado... para que servem os vossos produtos?

-Só tem que vir levantar os magnificos produtos aqui perto do Corte Inglês na nossa nova loja.

-Sim...sim.... mas para que servem os vossos produtos?

-São umas magnificas pomadas para as dores de reumático, artroses e reumáticos.

-UAU.... mágnifico... só tem um senão...

-Diga meu senhor?

-Eu tenho 18 anos, ainda não tenho doença de velhotes....

-De...de...dezoito?... Mas então os nossos produtos não são adequados a si.

-Que pena... espere até eu fazer 40 anos e ligue-me de novo... talvez façamos negócio de novo.

-CLICK!!!-

Segunda-feira, 3 de Março de 2008
Hospitais e Transportes

Chego a casa às 22h, feito num bolo de carne picada e sou logo confrontado com a noticia do dia: a mãe da sogracaiu e aleijou-se com a queda. Olho para a velhota e vejo-a na boa no sofá. De imediato, aqui o jê, diz que a leva ao hospital se for necessário. Sim... não... ficaram pelo talvez. A MC fala com a mãe e sugerimos uma ambulância. A minha sogra fica apreensiva e decide por-se na palheta com uma vizinha e o meu sogro... bom esse foi passear pela casa sem rumo definido. Uns minutos depois a sogra vem ter com a MC, optou pela ambulância, mas sem êxito, pois estavam todas ocupadas em serviços mais urgentes. A velhota entretanto tem uma crise de bexiga e a MC diz-lhe que de seguida vamos ao hospital, infelizmente teve que lhe dizer 3 vezes e mesmo assim à 4ª vez dissemos-lhe que ia ao circo, às 23h, nessa altura já ouviu e ficou contente. A caminho da casa de banho eu e o meu sogro praticámos levantamento de pesos com a avózinha, felizmente que ela é uma octógenaria magra. A meio metro da sanita, a senhora diz que é impossivel chegar lá e que se vai mijar toda pelas pernas abaixo, nesta altura tenho uma crise de riso. Em frente à sanita após um último esforço para lá chegarmos, alguém tem que lhe baixar as cuecas, é para isso que lá está a MC com a gente. Dgamos que nessa altura olhei para os azulejos e para o tecto.... UAUuuu... que tecto tão lindo e aqueles azulejos, branquissimos...devem ser lavados com Fairy.... que sensação de paz... quase podia jurar nesse momento de concentração, que podia ouvr água a correr duma paradisiaca cascata... mas não... afinal era só a velhota a mudar a água às azeitonas.

Enquanto ela ficou sentada na sanita, o meu sogro contou-me a sua solução de transporte da avozinha até ao hospital. Então a sua ideia era pegar na octogenária, pô-la nos nossos ombros, como se transportassemos um politico vencedor das eleições, levando-a assim até ao carro e depois mete-la deitada no banco de trás... PORRAAAA... até posso dizer que a ideia é original, quase digna dum prémio Pulitzer, ora transportada em ombros, teria que passar por 3 ombreiras e quando chegasse ao carro com a anca mais do que dorida, ao ser posta no banco de trás deitada, o sogro exclamaria que ela realmente devia estar com dores na anca pela cara que fazia, quando na realidade ela já tinha rebentado os miolos nas ombreiras e tinha era uma verdadeira dor de cabeça. Depois dele, expus a minha ideia que foi lógica e funcional, sentar a senhora numa cadeira e leva-la imóvel na mesma até ao carro. Resultou em pleno, chegou com a cabeça intacta e foi no banco da frente do meu carro, com espaço e confortável, Saimos de casa eram 24h, a noite viria a revelar-se bastante longa.

publicado por Aires às 08:58
link do post | manda a posta de pescada | favorito
mais sobre mim
pesquisar nesta casota
 
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
posts recentes

Andar no planeta Marte......

Loucura ou demência em ép...

Engano de verão

Leite diluido ou misturad...

Razões para troca de miúd...

Abrir precedentes

News

Monstros na sopa

Aniversário

Visita de Domingo

arquivos

Fevereiro 2015

Novembro 2011

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds