Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008
Férias

Os sogros vão de férias, UAUUUUU!!!!

Tenho que ir bater os tachos e panelas na varanda com a alegria. As malas começam a ser feitas com uma semana de antecedência "Devo levar isto ou aquilo". Cada vez que arrancam para férias, conseguem meter a carga dum avião Jumbo no espaço dum Renault 19. É incrivel o que o carro leva de carga. Estou para ver o ano em que vão os doi sa empurrar o carro daqui para o Alentejo, por falta de espaço dentro do carro. O carregamento das malas não é feito num elevador monta cargas, porque existe o carrega cargas, vulgo conhecido como sogro. A sogra prepara as 1300 malas de roupas e comidas e o sogro joga tetris com as malas dentro do carro, esmagando as roupas e transformando as comidas em purés, para se puderem mexer nos bancos da frente. O que supostamente deve ser uma viagem no conforto e paz dos anjos é feita num infernos de corcundas com o volante pregado ao nariz do sogro e o tablier colado na testa da sogra. Os preparativos sao feitos para sairem às 9 da matina, mas sao adiados ate às 16h. Uma diferença horária sem explicação, pois passam o tempo a andar dum lado para o outro como baratas tontas a fazer muito mas sem fazer nada, no fundo a darem trabalho um ao outro. Para se ter uma ideia da organização, a minha sogra nao sabia onde tinha o telele dela, quando estava para arrancar, ligou-se para o telele e tocou dentro do carro. Quis o movel à força e gritou com o meu sogro que stressou e já não soube onde tinha posto o telefone, só sabiam que o ouviam dentro do carro. Bem, acabaram por tirar tudo de dentro do carro para virem a descobrir que o telele estava a tocar dentro do portaluvas. E assim se vai passando tempo inutil.

Eles foram de férias.... UAUUU....belisquem-me!!

publicado por Aires às 22:27
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Telecaos
De há uns anos para cá, que após a liberalização das telecomunicações, que certas casas ficaram a ganhar com a queda de preços e em outras (raras excepções) instalou-se o caos, ou melher, o telecaos. Aqui em casa, o reino pertencia à Pêtê, até que um belo dia, apareceu um brazuca  a falar super rápido e que dizia ser da Télépeta II e o que era um úniverso calmo nesta casa, passou a ser confuso... Ora, os agentes deste operador explicaram tudo como deve ser à minha sogra, mas ela descartou-se e disse que as comunicações eram com o marido, que só percebe de cultivo, batatas e couves. Quando ele recebeu a explicação, fez uma cara como um burro a olhar para um castelo, mas fixou uma palavra "Poupança". Optaram por aderir então ao novo operador. Na mesma semana, por coincidência eu estava a aderir à Net, através do operador Onix. Os técnicos da net vieram ver se estava tudo bem ou não e posto isto retiraram-se e eis que a sogra pergunta o meu maior receio depois das explicações terem sido dadas: "Mas afinal que indicativo é que eu ligo, Télépeta, Onix ou Pêtê?" respondi-lhe que ligaria o do operador pelo qual tinha assinado. Infelizmente não percebeu, e tivemos que fazer um desenho...e outro e mais outro... e uma cabula... que passou a perder, enfernizando os nossos fins de dia com a mesma pergunta de sempre. Depois de ter encaixado minimamente tudo, vieram as facturas...eram 3. Uma da net, outra das chamadas e outra da assinatura. Ficou doida... quis desistir de tudo.... era demasiado confuso para ela. Felizmente conseguimos demove-la da ideia. Hoje em dia estamos numa zona Onix, podendo ficar tudo numa só factura mais em conta, mas nem me atrevo a falar nisso, pois ainda tem um treco e corta-nos as comunicações.
publicado por Aires às 13:43
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008
Caldo verde e hortas

O meu sogro tem um terrenozito aqui perto de casa a meia dúzia de kms. Utiliza o mesmo para plantar anguns legumes. Um dos legumes com mais êxito no terreno dele que vem parar cá a casa é a couve... ou melhor as couves, quilos delas... ou melhor toneladas delas, paletes, contentores. Bom, digamos que que fica de castigo a fazer caldo verde durante uma semana é a minha sogra. Os menus de alimentação mudam em casa radicalmente, pois tem que se dar vazão à comida, ou melhor às couves. Ora aqui vos deixo um menú das especialidades.

Sopas da Semana: Caldo verde, canja de couve

Pratos da Semana: Pescada com couve, couve à lagareiro, couve à zé do pipo, bitoque com couve estrelada, pernil de couve assada com gouvinhas na guarnição, mac couve com queijo (couveburguer), couve de rabo na boca

Bebidas nutricionais e naturais: Sumo de couve, cevada de couve, couve espremida

Sobremesas: Couve da avó, baba da avó, couves da casa, gelado de couve

Resultado, no fim da semana quando cagamos, somos todos do Sporting.

publicado por Aires às 08:50
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008
Regras de boa educação
 Devido à quantidade de queixas feitas pela minha sogra relativamente a mim e sem razão, pensei seriamente em fazer um formulário diário com quadradinhos para ir riscando as varias opções, para ser considerado o exemplo perfeito numa casa da quinta dimensão, ora aqui vai o esquema:

Fazer a barba: não esquecer de puxar 30 vezes o autoclismo para não ficar um único pêlo da barba como prova fisica

Espirrar à mesa: como é má educação para a sogra eu usar o guardanapo para evitar que os asteroides voem pela mesa, nao esquecer de espirrar para a mão e depois limpar na toalha da mesa... para ela deve ser mais higiénico

Levantar da mesa: não esquecer e praticar muito pois ela observa bem esta parte, arrumar a cadeira e em simultâneo encher a garrafa e despejar o resto de comida no lixo, ora arrumo a cadeira com a anca, piso o pedal do caixote do lixo com um pé, ponho a garrafa debaixo da torneira, com uma mão agarro o prato e com a outra despejo os resto para o lixo, o dificil de praticar é abrir e fechar a torneira com os dentes.

Tomar banho: ligar o chuveiro e tomar banho deitado para não salpicar o armário, pois não se pode pôr cortinas na banheira, faz confusão à sogra, o giro disto é que para me virar na banheira deitado, pareço os jacarés a darem voltas para afogar as suas presas, eu nao tenho presas para afogar, só patos de borracha.

Limpar o chão: No caso do chão ficar sujo na altura, devo deixa-lo ficar assim pois se a sogra me vê a limpar diz que andou a trabalhar para o boneco durante a tarde e que desvalorizamos o trabalho dela.

Lixo: Não levar o lixo para a rua enquanto nao passar pela fase de revista, pois caso ela encontre uma bucha dura que nem um calhau, já pode mandar vir com alguém sobre desperdicios, no entanto, apesar de revistar os lixos, não faz separação para reciclagem.

Bichos: caso resolva passear pela casa a caminho do WC e veja uma barata do tamanho dum alien assassino, ilusões provocadas pelo sono em que tudo é maior do que parece, nao a matar, pois posso ser acusado de estar a fazer barulho às duas da manhã. Penso que ela deve pertencer à APBN (Associaçao Protectora das Baratas Noturnas).

Horários: Não deitar tarde, mesmo quando o filhote resolve estar sem dormir ate à 1 da matina, pois somos acusados de perturbar o sossego que existe de 15 em quinze dias em que a sogra se resolve deitar à meia noite, pois nos outros dias faz excursões noturnas ate à cozinha, casa de banho e sala, para lavar chão, loiças e abrir e fechar gavetas até às 2 da manhã.

Estes conselhos são sagrados para qualquer ser humano que viva com uma sogra, use e abuse deles, imprima trinta formulários destes e distribua-os pelos afortunados que vivem com sogras.

publicado por Aires às 13:28
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Bisavós

 Pior que ter uma sogra, é ter uma cópia dela mas mais velha e senil. Velhota pacata e sempre no seu constante monologo de 23h consecutivas (sobra 1 hora que é para as refeições pois não convém comer a falar e para quando está a enviar faxes para Tókio na casa de banho de porta encostada, em que nessa altura não fala por cima mas por baixo), e o protótipo de que só manda vir sem perceber porquê e andando dum lado para o outro com a sua bengala de apoio. Ora vejamos, tocam à porta quando ela está a passar em frente a porta, ouvem-se uns berros imperceptiveis para mim, mas que significam “porta” (por falar nisso tenho que comprar um tradutor para poder perceber o que ela fala a 200 à hora), no entanto está em frente a porta, mas não a abre.

Puseram o 2º telefone de novo activo ao lado dela, o nosso jovem rebelde chega e a meio metro dela pega e brinca com o telefone, ouve-se um berro de pânico que todos percebem menos eu.... pelo que percebi da conversa, o jovem estava a brincar com o telefone, mas ela nao foi capaz de o tirar, ao menos dava-lhe uma bengalada na mão.

Escadote, o jovem sobe a um escadote na frente dela e só quando chega lá acima e que ela lança o pânico a dizer algo parecido com escadote e estando à frente dele não o impediu.

O fantástico deste poço de sabedoria com 92 anos (acho eu.... senão forem mais) é o facto de estar tudo calmo, ela entrar a mastigar o seu monólogo, começar a mandar vir e virar costas, depois metade da casa pega fogo com as palavras dela, a começar e a acabar pela minha sogra que não devia ligar a alguém que tem o seu feitio, mas que se resolve sempre aventurar a ir picar a velhota para depois andarem aos berros. Se a sogra fosse esperta cagava nos monólogos sem nexo da sua mãe.

publicado por Aires às 08:53
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
Microondas

 

Esta é breve, adquirimos um microondas novo e dissemos à sogra que lhe iriamos explicar como funciona o microondas por ser ligeiramente diferente do antigo, se bem que no fundo, o funcionamento é todo igual e eis que ouvimos algo deste genero “Explicações? Não preciso, vocês é que o utilizam, eu nao lhe mexo.” O puto acorda de manha e está na hora de aquecer o leite, a sogra pega no pacote, abre-o, deita uma quantidade no copinho para o jovem abre a porta do microondas e aquece-o. “Nao lhe mexo” diz ela. Vá-se lá perceber!!!

publicado por Aires às 08:48
link do post | manda a posta de pescada | favorito
Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008
Gosto de piça... ou será pizza?

Este fim de semana a minha sogra excedeu-se, saiu mais do que uma vez, uma delas foi no meu carro a uma pizzaria, foi comer o que ela chama de "piça". Não percebo onde está a piada, mas já lhe dissemos para não dizer às pessoas que gosta muito de "piça". Também já lhe dissemos que se diz "pizza"... e nunca lhe explicámos o significado de "piça". Felizmente não é ela que chega ao balcão onde está aquele gajo de côr grande e pede "Boa tarde...faz o obséquio de me arranjar uma "piça" das grandes?"

publicado por Aires às 15:15
link do post | manda a posta de pescada | favorito
mais sobre mim
pesquisar nesta casota
 
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
posts recentes

Andar no planeta Marte......

Loucura ou demência em ép...

Engano de verão

Leite diluido ou misturad...

Razões para troca de miúd...

Abrir precedentes

News

Monstros na sopa

Aniversário

Visita de Domingo

arquivos

Fevereiro 2015

Novembro 2011

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds