Quarta-feira, 9 de Abril de 2008
PELOS DA BARBA E SHAMPÔS
Ora nesta situação temos o facto de eu fazer a minha barba à máquina a pente 1 quando justifica.

Geralmente faço de manhã à pressa, em frente ao espelho e depois pego naquele molho de pêlos que estão no lavatório e vão fazer uma viagem até à sanita. Lava-se bem o lavatório para não ficarem vestígios nem provas que possam aguçar o espírito da minha sogra e depois, carrego no botão do autoclismo... nunca irei perceber porque se chama autoclismo, parece um derivado do autocarro, mas que tem a ver com ciclismo mas sem rodas... confuso, não é?? Ora, vamos retomar a nossa história, puxa-se o autoclismo e piro-me para o trabalho. No fim do dia, a minha mulher chama-me, pois o nosso filhote de 2 anos foi apanhado nas limpezas à sanita pela minha sogra, resultado, fui chamado à atenção, pois os pêlos não fugiram pelo cano abaixo conforme o previsto e  a mãe dela aproveitou para lhe atazanar o resto do dia com isso. Parece que devo ter que puxar o autoclismo duas ou três vezes e chamar a sogra como fiscal para ver se está tudo em ordem. Todo o cuidado é pouco com crianças dentro de casa e faço o possível para manter tudo fora do alcance dele e também o mais asseado, mas parece que mesmo assim não resulta. Uns dias depois a minha sogra lavou a cabeça na banheira... também podia lavar a cabeça na máquina de lavar, mas não se consegue desenroscar do resto do corpo, e fez algo que eu como fiscal gostava de lhe chamar a atenção, deixou o shampô à mão de semear. O liquido da embalagem tinha uma cor tipo vinho. Bom, o que é facto é que aquilo é divertido para pintar as banheiras e assim o mais novo elemento da casa deu asas à sua imaginação e despejou o frasco que estava praticamente cheio. Digamos que a minha sogra ficou possessa, pois manda vir connosco por deixarmos acidentalmente algo ao alcance do miúdo, mas se o miudo apanha algo dela, diz que não pode ser assim pois assim não pode viver ali em casa. Se ela não pode viver em casa por causa dum shampoo, imagine-se nós que tentamos esconder tudo do alcance do jovem traquinas.

publicado por Aires às 10:27
link do post | manda a posta de pescada | favorito
mais sobre mim
pesquisar nesta casota
 
Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
posts recentes

Andar no planeta Marte......

Loucura ou demência em ép...

Engano de verão

Leite diluido ou misturad...

Razões para troca de miúd...

Abrir precedentes

News

Monstros na sopa

Aniversário

Visita de Domingo

arquivos

Fevereiro 2015

Novembro 2011

Setembro 2009

Agosto 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds